CASAMENTO: ATÉ QUE AS BRIGAS NOS SEPARE ou COMO FAZER DURAR?

         Hoje em dia é muito comum casais mesmos evangelicos se separarem e casarem novamente. O motivo? "Não deu certo" diz as maiorias das pessoas. Tirando os casos de adultério, outro motivo de grande parte de  casamento destruidos é o EGO. Como assim? Você me pergunta? Não tem cheito não deu certo fazer o quê?
        Mas a palavra de Deus diz que o matrimônio é sagrado e não deve ser quebrado. Minha mensagem é com você casado. Os casamentos em geral passam por crises e momentos tribulosos, como permanecer firme nessas horas e não decistir? Tenho uma resposta para você. Vou dizer o que vivo e o que tenho aprendido com Deus.
        Nos momentos de crise sempre tem aqueles para dizer: "Como você aquenta, seu esposo(a) é dificil demais não suportaria essa situação". Os casamentos não duram as crises hoje em dia, porque esqueceram a base biblica que é o amor. "Mas eu amo meu marido(a)", para fazer durar um relacionamento é preciso mais do que amar seu conjuge. É preciso amar a Deus acima de tudo. Tem que se pensar que o seu testemunho começa dentro de casa, sua família sua maior rede de almas, seu maior ministério que Deus já lhe entregou. Seu conjuge é alma que Deus lhe entregou para cuidar e no dia do julgamento perguntará: "O que fizeste com o que lhe entrequei?"È sério! Nossa responsabilidade vai além dos compromissos terrenos é espiritual. "Mas ele(a) não me trata como antes, somos estranhos dentro de um lar." É ai que entra você.
         Casamentos não tem recistido por causa que se o outro não faz eu também não faço. Sua visão deve mudar. Você tem que olhar com outros olhos. Esposos e esposas muitas vezes são tão dedicados na obra de Deus, Amam estranhos, fazem trabalhos sociais, dizem eu te amo na igreja para os irmãos, mas para o maior tesouro que Deus lhe deu dizem: não te quero mais.
        Como fazer durar?
 1- Amar a Deus acima de Tudo;
 2- Já que amas a Deus, ame seu próximo como a você mesmo; E aqui que muitos erram. Esquecem que o primeiro amar como Deus nos ama é seu conjuge. Então o que quer que seu esposo(a) faça, mude ou realize por você? Pense... Faça a ele(A) primeiro.Começa de você o amor incondicional, que não espera receber para dar.
 3- Obedeça a palavra de Deus e serás próspero. Se for mulher seja com seu marido como a palavra de DEus diz: respeitando a ele como cabeça e líder do seu lar, sendo submissa e fiel. E se for homem fazendo a sua mulher o que a palavra de Deus manda: amando a sua esposa como Cristo amou a igreja a ponto de morrer por ela, e a respeitando como a parte mais frágil e a suprindo em tudo.
4- Faça as coisas pensando em agradar a Deus e automaticamente estarás fazendo o certo e expressando amor e respeito ao outro;
5- Não discuta, critique ou faça brincadeiras que o seu amor não gosta. Respeite ele como um ser;
6- Procure orientação pastoral e não espalhe para a visinhança seus problemas. Isso pode aumentar o problema e o pastor é alquem que vai orar e aconselhar.
7- Encentive seu parceiro a sonhar. Não sufoque a identidade nem os sonhos do seu amor. Ele(a) é alquem que precisa de você. " O importante não é sonhar igual, mas sim sonhar sonhos diferentes juntos, a ponto que o sonho do outro dorne seu sonho"
8- Ame. MIme. Diga 'eu te amo'. O ser humano funciona sempre melhor com incentivos;
9-Perdoe. Ele(a) não é seu inimigo. Lembre-se: existe alquém que luta contra sua aliança 24 hrs por dia e veio para matar, roupar e destruir. Ele sim é seu inimigo não o seu parceiro. Esqueça as mágoas e não esqueça que a pessoa que está do seu lado também tem qualidades e não volte ao passado acusando o outro por um erro. Perdoar é esquecer e você também não é perfeito;
10- Ore, ore, ore e ore mais um pouco. Leia a bíblia e a pratica. Sua autoridade espiritual de esposo e esposa é bem aceita no mundo celestial, sua orações é o melhor remédio em tempo  de crise.
        Bom. É o que tenho aprendido e vivido. Uma arma poderosa que vai lhe render bons frutos. Não é fácil, pois muitas vezes temos que deixar de lado nossa vontade para que essa aliança dê certo mas vale a pena. E vocês verão que as crises enfrentadas com sabedoria, amor e fé, no final só lhe renderão experiências  e fortalecerão o amor entre vocês.
                                      Um abraço ELISA BARROS
  Fonte: Blog da Elisa

5 comentários:

{ blog paulo e mônica para sempre } at: 23 de maio de 2011 06:25 disse...

Elisa, o temor a Deus, em primeiro lugar, e a oração, logo em seguida, seriam suficientes para que qualquer cônjuge pudesse investir no seu marido ou sua esposa. Temendo a Deus, as pessoas não agiriam como têm agido. Muitos de nós deixamos de observar coisas simples que a Palavra de Deus nos ensina. Aí é que temos um grande problema. A Bíblia Sagrada, nosso manual de vida, deveria ser o nosso livro de cabeceira. Ninguém deveria dormir ou levantar-se de sua cama, sem antes ler textos bíblicos. Mas isso não acontece com frequência. Por desconhecermos a Palavra de Deus, não temos tido acesso a todos os benefícios que ela nos oferece, como, por exemplo, ter uma visão de fé acerca do nosso cônjuge. "A oração de um justo pode muito em seus efeitos", conforme nos ensina Tiago 5:16. Precisamos deixar um pouco de lado o nosso próprio interesse e investir mais nos nossos casamentos. Afinal, "aquilo que Deus juntou não o separe o homem" - Marcos 10:9. Que nos abençoe a todos.

{ Nelsomar Correa } at: 24 de maio de 2011 05:43 disse...

O amor entre mulher e homem é antecede o amor fraternal, maternal e paternal. Pelo temor da solidão Adão, sabendo do pecado de comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal, o comeu para continuar junto de sua amada Eva.
Sou casado há 14 anos, pai de um casal de filhos e tenho a dizer que o casamento é semelhante a um jardim, o qual devemos cuidar com esmero: se regarmos, podarmos, dar-lhe luz e retirarmos os matos ele atrairá a atenção de todos. É imprescindível contar de 1 a 10 antes de expor sua ira com qualquer coisa no lar, devendo sempre privilegiar o diálogo.
Um pai presente na formação dos filhos e um esposo atencioso à sua mulher, procurando compreendê-la em sua condição de mulher é o caminho para um matrimônio duradouro.
Ao casarmos devemos ter a consciência que estamos retirando uma pessoa de seu convívio familiar e portanto, ambos devem estar conscientes de que haverá um período de adaptação ao novo estilo de vida e que a família do seu cônjuge passa também a ser sua família.

QUE O SENHOR POSSA TRAZER LUZ ÀS FAMÍLIAS DA TERRA!

{ Jaqueline Raquel } at: 24 de maio de 2011 15:13 disse...

Amém Elisa...

Importantíssimo ensinamento... acho que todos deveriam ler esta mensagem, sendo casado, noivo ou ainda namorando, porque a base dessas palavras é que firmará um casamento.

Graças a Deus hoje meu casamento está firmado sobre a rocha que é Jesus, mas quando estava construida na areia, diariamente erámos confrontados com brigas bobas. Hoje não... simplesmente porque seguimos justamente essas opções que você dá para o casamento durar.

Amei Amiga.... Continue assim!!!
Jaque

{ Regina Célia } at: 24 de maio de 2011 19:00 disse...

Olha, gostei muito, vou imprimir e passar para algumas servas.

{ Valentina, uma mulher que fala } at: 31 de maio de 2011 09:17 disse...

Olá, gostei das abordagens do seu blog.
Não concordo com a mulher ser submissa ao homem e inlcusive ficar infurnada numa igreja pra que ele mude, porquE ELE JAMAIS FARIAM ISTO.
A mulher dentro da igreja é dita o pilar, e como isto sobre se sobrecarregam e vivem infelizes.
Vejo isto todos os dias.
Paranbéns pelo blog e visite o meu
http://pravocemulheratual.blogspot.com
Valentina

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Copyright © 2010 • BLOG DA ELISA • Design by Dzignine